Erros mais comuns no Google Ads

Nosso artigo de hoje fala sobre os erros mais comuns no Google Ads, a plataforma de anúncios do Google, e o que você deve fazer para evitá-los.

Frequentemente constatamos que uma das maiores dificuldades das empresas que dão seus primeiros passos no marketing digital, está justamente na geração de tráfego para os seus sites.

Identificada esta dificuldade, o Google Ads surge como uma ótima opção, principalmente para as pequenas e médias empresas, possibilitando que elas consigam uma boa visibilidade nas páginas de resposta do buscador, a um preço bastante competitivo.

Mesmo sendo uma ferramenta com recursos bastante complexos, até mesmo os iniciantes conseguem configurar uma campanha e colocar seus anúncios no ar.

O grande problema é que muitas das vezes, por desconhecerem as técnicas, ferramentas e boas práticas na gestão de campanhas nesta plataforma, algumas empresas acabam cometendo alguns erros no Google Ads, que prejudicam seus resultados e consomem recursos.

Quais são os erros mais comuns no Google Ads?

Neste artigo nossa equipe selecionou os erros mais comuns no Google Ads, e algumas dicas de como evita-los, para que você não caia nestas armadilhas.

1 – Falta de planejamento e definição de metas

Um dos principais erros no Google Ads é a falta de planejamento inicial e a definição de metas precisas. É preciso fazer um levantamento minucioso das necessidades da marca em termos de marketing de busca e incorporar este levantamento em suas campanhas.

Achar que pelo simples fato de anunciar no Google você irá gerar tráfego para o seu site, e este tráfego vai acabar invariavelmente gerando conversões, é um dos erros mais comuns no Google Ads.

Os resultados são fruto de planejamento e por isso, nem pense em criar uma conta na plataforma e começar a criar campanhas e anúncios, sem antes ter suas metas muito bem definidas.

2 – Erro de direcionamento da página de destino

Outros dos erros mais comuns no Google Ads de nossa lista é o direcionamento para a página inicial do site ao invés de páginas específicas.

A Home Page do site ou loja virtual costuma funcionar bem como um ponto central apresentando tudo o que o site tem disponível, mas como página de destino para anúncios, geralmente não é uma boa ideia.

O problema é que normalmente os anúncios são direcionados para uma oferta específica, seja ela um produto, serviço ou conteúdo, e não faz sentido fazer com que o usuário fique procurando por isso no seu site.

A taxa de conversão costuma aumentar muito quando há uma página específica para a oferta anunciada: essas páginas são o que nós chamamos de Landing Pages.

Além disso, boas Landing Pages alinhadas com os textos do anúncio influenciam positivamente o Índice de Qualidade do Google Ads, o parâmetro que o Google utiliza para avaliar a qualidade do anúncio, um dos grandes segredos em termos de links patrocinados.

Como consequência, boas Landing Pages permitem que o anunciante gaste menos para ter uma boa visibilidade e taxas de conversão maiores.

3 – Erro na escolha das Palavras-Chave

As melhores palavras-chave são aquelas que representam exatamente a oferta. É comum vermos empresas usando palavras-chave que não possuem muita relação com a oferta ou então são muito amplas ou ambíguas.

Se você quer vender tesouras para canhotos, expressões como “tesouras para canhotos” ou “tesouras especiais para canhotos” certamente irão apresentar uma taxa de conversão bem melhor do que palavras como “tesouras” ou “tesoura especial” que geralmente são usadas em pesquisas mais amplas.

A ambiguidade também pode ser muito prejudicial. A palavra “hospedagem” pode ativar anúncios tanto quando alguém realiza por uma busca de hospedagem em hotéis, quanto para quem busca um provedor de hospedagem para o seu site.

Pazer uma pesquisa minuciosa das palavras-chave que você irá utilizar em suas campanhas é fundamental para o sucesso das mesmas. Vale a pena cada minuto investido.

4 – Não usar a correspondência de palavras de forma adequada

Outro dos erros mais comuns no Google Ads é não usar as correspondências de palavra-chave de forma adequada, para maximizar o resultado de suas campanhas e otimizar o investimento nestas ações.

É importante, na hora de criar a sua lista de palavras, determinar também o grau de correspondência que irá ativar a exibição do seu anúncio. Basicamente você terá três tipos:

  • Correspondência Ampla – Se você usar este tipo de correspondência, terá um anúncio sendo exibido para um número maior de pessoas, mas sem a segmentação fina que talvez fosse mais indicada para atingir um público específico;
  • Correspondência Exata – Se você optar por este filtro, o anúncio será exibido para um público bem menor, mas em compensação, muito mais segmentado e com um potencial de conversão bem maior, maximizando assim o seu investimento;
  • Correspondência Negativa – As palavras chave negativas também são importantes, afinal, se você está vendendo o serviço de marketing digital, por exemplo, não vai querer ver seu anúncio ativado quando alguém faz uma busca por “marketing digital grátis” não é?

Trabalhar com o modificador de Correspondência Ampla e Correspondência Exata faz toda a diferença em termos de resultados, e também impacta o Índice de Qualidade dos anúncios da conta.

Estes filtros podem fazer com que a ativação do anúncio se dê de forma mais segmentada, evitando assim anúncios de baixa qualidade que drenam recursos de campanha sem oferecer o retorno que os anúncios podem gerar.

5 – Grupos de anúncios com muitas palavras-chave

Quanto mais as palavras-chave forem parecidas com o texto do anúncios, principalmente com o título, maior tende a ser a taxa de cliques nele.

É justamente por este motivo que recomendamos que em suas campanhas você trabalhe com grupos pequenos de palavras-chave, três ou quatro de preferência, para que seus anúncios reflitam mais precisamente aquele conjunto de Keywords.

Mesmo que você trabalhe com sinônimos, é interessante que estes sejam colocados em um grupo separado para que o corpo dos anúncios esteja mais alinhado com os termos selecionados.

6 – Não acompanhar os resultados no Google Analytics

Um dos erros mais comuns no Google Ads é justamente não fazer um acompanhamento eficiente dos resultados no Google Analytics.

Uma das grandes vantagens ao se trabalhar com links patrocinados é justamente podermos avaliar de forma bem precisa, os resultados das nossas campanhas.

A primeira ferramenta para isso está na plataforma do próprio Google Ads, no painel de monitoramento de anúncios, onde é possível analisar os diversos parâmetros de uma campanha e seus anúncios.

A segunda ferramenta, mais contextualizada em termos de marketing digital é o Google Analytics, a plataforma de monitoramento de tráfego gratuita do próprio Google.

O gerenciamento de campanhas no Google Ads requer acompanhamento constante de desempenho de anúncios e resultados.

É comum vermos empresas sem um processo bem definido de análise de tráfego e resultados de campanhas por canal, o que acaba prejudicando o aprimoramento de seus anúncios.

7 – Não realizar testes de desempenho de anúncios

Apesar de falarmos sobre boas práticas para anúncios, Landing Pages e palavras-chave, isso tudo é tirado de observações gerais e nem sempre os melhores resultados para sua empresa surgem do senso comum.

É essencial testar os diferentes itens e conferir com os próprios olhos o que está funcionando e o que não está.

Com o acompanhamento de Analytics que mencionamos acima, fica mais fácil perceber os resultados e cortar o que não está funcionando. É necessário ser criterioso nesta parte.

Não se preocupe por ter pago caro por uma ou outra palavra-chave que não converteram bem. Mesmo os profissionais mais bem sucedidos acabam fazendo isso no começo.

Pense que sua empresa não está pagando somente o preço da palavra-chave: está pagando para aprender o que funciona e o que não funciona. Uma das principais dicas para campanhas do Google Ads é justamente realizar muitos testes.

Agora que você já conhece os erros mais comuns no Google Ads e como evitá-los, suas campanhas poderão ser bem mais assertivas e seus resultados melhores. Mantenha-se atualizado assinando a nossa Newsletter.

Erros mais comuns no Google Ads
5 (100%) 6 voto[s]

2 Comentários

  1. Obrigado pelas dicas sobre erros no Google Ads. Estou começando agora e confesso que essa questão de correspondências de palavras-chave, não estava bem clara para mim.

    • Olá Bruno

      Ficamos bastante satisfeitos em saber que o nosso artigo que mostra quais são os erros mais comuns no Google Ads foi de seu agrado. Realmente, essa questão de correspondência de palavras-chave é meio confusa, mas como você pode ver no texto, não é tão complicado assim.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here