Instagram anunciou venda pelo aplicativo

O Instagram anunciou a venda pelo aplicativo, uma opção que há muito tempo vinha sendo reivindicada pelo marcado.

A rede social anunciou nesta terça-feira, 19/03, a incorporação de uma nova função, chamada de Checkout. Ela permitirá que os usuários paguem por produtos diretamente pelo aplicativo, selecionando-os a partir de fotos da plataforma.

Por enquanto, este recurso está disponível somente para usuários dos Estados Unidos, e mesmo assim, em uma versão de testes. Este é mais um passo da plataforma para se tornar uma loja virtual completa.

O Instagram já fez parcerias com 20 marcas para oferecer o serviço, incluindo pesos pesados como Nike, Adidas, Dior, MAC, Michael Kors, Prada e Zara. Para fazer essa ponte entre as lojas e o cliente, o Instagram cobrará das empresas uma taxa de venda.

A novidade vem em parceria com o PayPal como credencial para armazenamento seguro de transações e dados sensíveis — e aí está um dos grandes desafios, que é fazer com que as pessoas confiem em um sistema que é ligado ao Facebook, bombardeado no ano passado com problemas de segurança e privacidade.

Como são feitas as vendas no Instagram hoje em dia

Para comprar os produtos das lojas parceiras direto pelo Instagram, é preciso clicar no item da foto – especificamente naquela caixinha em que aparece o preço.

Depois disso, o usuário deve inserir seu e-mail para poder colocar suas informações de endereço de entrega e pagamento. O processo funciona como uma loja virtual normal, com opções de tamanho e cores.

Até então, apesar do preço de alguns produtos serem identificados em fotos do Instagram, quando utilizado o recurso de Instagram Shopping, o usuário que quisesse comprar uma peça era direcionado para o site da loja fornecedora – muitas vezes as marcas perdiam o cliente no meio desse caminho.

O Instagram acredita que a opção de compra dentro do próprio aplicativo incentivará as pessoas a consumirem mais e aumentará a taxa de conversão de ações de venda realizadas na plataforma.

O Facebook, dono do Instagram e também do WhatsApp, afirma que por enquanto as informações de pagamento inseridas no Instagram ficarão apenas no Instagram.

Entretanto, essa separação não é garantida: no começo deste mês, o presidente executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, confirmou sua intenção de unificar todos os apps da empresa usados para comunicação, o que inclui WhatsApp, Messenger e Instagram como noticiamos aqui no Guia do Marketing nesta publicação.

“A função Checkout é só uma parte do nosso investimento a longo prazo em compras”, disse o Instagram em postagem em seu blog.

Realizar vendas pelo Instagram, de forma direta, sempre foi o sonho de muitas lojas virtuais. Isso já era possível, mas o processo, principalmente para as pequenas empresas, é bastante complicado.

Mantenha-se atualizado sobre as principais notícias sobre marketing digital, Instagram, redes sociais e tudo mais relacionado ao marketing online, assinando a Newsletter do Guia do Marketing.

Avalie esta página

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here