Como transformar o Instagram em um negócio

Se você quer saber como transformar o Instagram em um negócio altamente lucrativo, esta matéria certamente vai servir como um belo incentivo.

Foi o que aconteceu com Meghan Young que atualmente é considerada uma estrela profissional do Instagram.

Ela é remunerada para escalar montanhas, fotografar belos cumes reluzentes e publicar sobre as suas aventuras no Instagram para os que seus seguidores vejam.

“O meu trabalho é fazer com que pareça fácil, que pareça ser a coisa mais divertida de todos os tempos e que nunca é um trabalho”, diz. “Mas é um trabalho.”

Está em dúvida sobre como transformar o Instagram em um negócio? Então veja o modelo que Meghan Young desenvolveu e que transformou este sonho em uma realidade.

A formula para ganhar dinheiro no Instagram adotada por ele é bem simples. Ela lucra com empresas que pagam para que ela apresente os seus produtos no seu feed do Instagram e ela faz parte de um ecossistema de digital influencers das redes sociais

Este universo é composto de milhões de usuários ávidos pelo seu conteúdo e marcas em busca de novas formas de atingir o público jovem.

Quanto ganham os influenciadores digitais no Instagram

Se você tem interesse em saber como transformar o Instagram em um negócio, é natural que queira também saber quanto é possível ganhar sendo um digital influencer em tempo integral nesta rede.

Segundo levantamentos realizados por consultorias especializadas, as marcas podem chegar a investir 1,6 mil milhões de dólares este ano com este tipo de marketing digital apenas no Instagram, que pertence ao Facebook, e até U$ 6,3 mil milhões de dólares ao incluir outras plataformas, como o YouTube e o Twitter, segundo estimativas da agência de marketing Mediakix, agência especializada em influenciadores digitais.

Este montante impulsionou o surgimento de influenciadores digitais em todo o mundo, que inundam o Instagram com milhões de publicações com as hashtags #sponsored e #ad todos os anos.

O problema é que para ganhar dinheiro como influenciador digital no Instagram não é tão fácil assim. A maioria das pessoas que declaram patrocínios provavelmente não ganha o suficiente para viver desta atividade, afirma o CEO da Mediakix, Evan Asano.

Como fazer do Instagram um negócio

Como Meghan Young transformou o Instagram em um negócio

O caso de Meghan Young é uma exceção. Aos 33 anos ela espera ganhar entre U$ 50.000 e U$ 100.000 em 2019 como influenciadora digital em tempo integral. A receita vem do patrocínios e taxas de licença de fotos.

Não é o rendimento de uma superestrela ou de uma influenciadora digital top de linha, mas no caso Young é o suficiente para pagar as contas.

Young promove uma série de produtos e serviços relacionados ao montanhismo e turismo nesta área. O processo começa com a assinatura de contratos de patrocínio. As empresas fazem ofertas não solicitadas, diz Young, mas ela rejeita a maioria.

O problema é que muitas destas ofertas não estão alinhadas com as aventuras ao ar livre sobre as quais ela publica, botas para caminhada seriam relevantes, mas maquiagem não. Este perfeito alinhamento entre tema e produtos é fundamental para ganhar dinheiro como influenciadora digital no Instagram.

Outras ofertas que são rejeitadas são as de empresas concorrentes diretas dos seus maiores patrocinadores, com os quais ela mantém relacionamentos que prefere não arriscar.

Uma das dicas para quem deseja saber como transformar o Instagram em um negócio é ter disposição para trabalhar muito. O trabalho não acaba depois de Young tirar as fotos. Quando volta das suas aventuras, Young edita cuidadosamente as imagens e escreve as legendas que as acompanham.

Outro problema é que quando os posts são publicados, as empresas às vezes não pagam no tempo devido. Nestes casos, é necessário que Young faça um acompanhamento e envie novas faturas com cobranças em atraso.

A parte que ela menos gosta é quando descobre que uma empresa usou as suas fotos de uma forma que viola os termos do contrato, levando a conversas tensas e demoradas por e-mail.

Terceirização do trabalho de agenciamento de digital influencers

Uma dica para evitar estes problemas, que se você está querendo saber como transformar o Instagram em um negócio, é terceirizar o agenciamento.

As maiores estrelas das redes sociais contratam agências para esse tipo de trabalho. Em um sinal revelador de um campo em rápido crescimento, existe agora um setor de serviços de apoio voltado especificamente aos influenciadores.

O problema neste caso é que as agências ficam com uma parcela dos ganhos dos influenciadores, algo em torno de 20% e 30%, no caso das estrelas maiores, e entre 30% e 50%, no caso de quem está começando agora.

Por isso, esta opção só é viável financeiramente para quem já tem um bom número de seguidores em seu perfil no Instagram. A agência não faz qualquer trabalho no perfil, como ganhar mais seguidores no Instagram ou coisa parecida. Ela apenas agencia os anunciantes.

Com mais de 219 mil seguidores, é provável que @missmeghanyoung já esteja naquele momento de analisar seriamente a opção de terceirizar esta parte do trabalho.

Young desconfia há tempos das comissões pedidas pelas agências, mas com a chegada de mais negócios, as tarefas administrativas começam a gerar um volume de trabalho muito grande.

Muita gente se pergunta como ganhar dinheiro nas redes sociais, e o exemplo de Meghan Young é mais um exemplo de que isso não só é possível, como também altamente viável.

Se você queria saber como transformar o Instagram em um negócio, este é apenas um dos modelos. E aí? Vai encarar? Deixe o seu comentário e mantenha-se em dia com este e outros assuntos envolvendo o Instagram, assinando a nossa Newsletter.

Por Josiane Osório com informações da Bloomberg

5.0
03

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here